Noticias Libertárias

Noticias Libertárias:***06/07/2014 - Divulgado a Sentença dxs Presxs Anarquistas do Chile no Caso Security***04/07/2014 - Batucada Contra a Copa no dia da Dependência da Bahia***26/06/2014 - Ensaio do Bloco de Percussão Anarquista em Salvador/BA***25/06/2014 - #3 Rádio Cordel vai a Campo: Especial II Feira Libertária do Seridó***21/06/2014 - A Repressão Policial e o Silêncio das Mídias como Estratégia de Desmobilização***18/06/2014 - Comunicado da Rádio Cordel Libertário***18/06/2014 - Chamado para a Construção do Bloco de Percussão Anarquista em Salvador/BA***15/06/2014 - Relato sobre o Protesto de 13/06 em Salvador/BA***14/06/2014 - Página da Cobertura da Cordel "Todxs Contra a Copa"***12/06/2014 - Não Haverá Transmissão Ao Vivo essa Semana***03/06/2014 - 05/06 - 21:10 - Presxs Anarquistas II***27/05/2014 - 29/05 - 21:10 - Anarkafeminista Hoje I***21/05/2014 - Bate Papo A Crise na Perspectiva Libertária***21/05/2014 - 22/05 - 21:10 - Vivências na Escuelita Zapatista ***13/05/2014 - 15/05 - 21:10 - Rádio Cordel Direto***06/05/2014 - 08/05 - 21:10 - CMI no Brasil ao vivo na Cordel***27/04/2014 - 01/05-21:10- 1º de Maio Anarquista na Cordel***15/03/2014 - 20/03 - 21:10 -"Estratégia Financeira para Anarquista" AO VIVO na Cordel‏** 19/03/2014 - 13/03-QUINTA-FEIRA- às 21:10 : "TODXS CONTRA A COPA" Ao Vivo na Rádio Cordel Libertário***27/11/2013 - Programa Rádio Cordel Vai a Campo #2 : Especial 4º Feira Anarquista de SP.***16/08/13 - [Campina Grande/PB] Intervenções Marginais Agosto 2013***16/08/13 - [Natal/RN] Jornadas Libertárias***16/08/13 - [Contagem/MG] Encontro Libertário Terra Preta***15/08/13 - [São Paulo/SP] 2º Festival do Filme Anarquista e Punk de SP***15/08/13 - [Recife/PE] 1º Feira de Cultura Libertária de Recife***12/08/2013 - [Espanha] Após 8 dias, chega ao fim a marcha desobediente contra o TAV***09/08/2013 - [EUA] Centro Social Gato Selvagem de Seattle fecha suas portas***09/08/13 - [Grécia] Sobre o desalojo das 3 okupas em Patras***08/08/2013 - [México] Lançamento: “Práticas libertárias e movimentos anticapitalistas”***08/08/2013 - [Espanha] Galícia: Manifestação contra touradas em Corunha reúne cerca de 2000 pessoas***07/08/2013 - [Alemanha] Ataque solidário contra a empresa ThyssenKrupp em Hamburgo***07/08/2013 - [Austrália] 3ª Feira do Livro Anarquista de Melbourne acontece neste sábado***06/08/2013 - Lançamento de documentário sobre a ocupação do Parque Gezi e o seu despejo violento***06/08/2013 - [França] Em Toulouse, autoridades despejam dois squatters***06/08/2013 - [Ucrânia] Relato do Acampamento Anarcofeminista Good Night Macho Pride 2013***06/08/2013 - [EUA] Entrevista a Mumia Abu-Jamal sobre a música negra***05/08/2013 - [Grécia] Forças de segurança desalojam 3 espaços okupados em Patras***03/08/2013 - [EUA] Chamado para artistas: Exibição de Arte da Feira do Livro Anarquista de Nova Orleans***02/08/2013 - [Espanha] III Encontro Veganqueer ocorre nos próximos dias em Soria***02/08/2013 - [Polônia] Polícia desaloja brutalmente okupa em Cracóvia***01/08/2013 - [Chile] Santiago: Detida e processada Io Giuria, companheira encapuzada filmada lançando um coquetel molotov***01/08/2013 - [Alemanha] Havelberg: fogo na caserna militar!***01/08/2013 - [Suécia] Carta para Ações em Kallak Gállok, em Sapmi***31/07/2013 - [Chile] O companheiro Hans Niemeyer foi condenado a 5 anos de prisão***31/07/2013 - [Espanha] Novo curta-documentário: O cinema libertário, a revolução na sétima arte***31/07/2013 - [Grécia] Patras: confronto entre antifascistas e fascistas da Aurora Dourada; polícia detém 25 antifascistas em retaliação***30/07/2013 - [França] “Semana Pela Libertação Animal” em Notre Dame des Landes***30/07/2013 - [Rússia] Apoio para Irina Lipskaya, anarquista e antifascista presa em Moscou***30/07/2013 - [Grécia] Ataque fascista contra casa de imigrantes em Tavros***29/07/2013 - [Uruguai] 2ª Feira do Livro Anarquista acontece neste final de semana em Montevidéu***29/07/2013 - [Grécia] Segunda passeata antifascista de motos em Preveza***29/07/2013 - [Canadá] 8ª Feira do Livro Anarquista de Victoria e Festival da Anarquia***28/07/2013 - [Rússia] Centro Social Cultural inicia suas atividades em Sevastópol***27/07/2013 - [Itália] Milão: um espaço de extrema-direita queimado por audaciosos noctívagos***26/07/2013 - [Grécia] Fascistas picham muros de okupa em Atenas***26/07/2013 - [Canadá] Entrevista com Mel Bazil no 4º Acampamento Anual de Unis'tot'em de Ação***26/07/2013 - [Tunísia] Anarcofeministas são presas após pichar Ministério das Mulheres***25/07/2013 - [Espanha] Impressões de um andaluz sobre o movimento anarquista na Grécia***25/07/2013 - [Ucrânia] Ação Direta: Dois golfinhos são libertados do golfinário de Yevpatoria***24/07/2013 - Enésima cara lavada do fascismo espanhol***24/07/2013 - [EUA] Anunciando a Turnê Anarquista de Abolição Penal***23/07/2013 - [EUA] A entrevista de Mumia Abu-Jamal que tentaram esconder***23/07/2013 - [Grécia] Em Exarchia, brutamontes da polícia dão início a motim atacando pessoas com garrafas de vidro, foguetes e bombas de efeito moral***22/07/2013 - [Grécia] Kalamata: manifestação antifascista e proibição de celebração de um festival neonazista***21/07/2013 - Anarquistas Palestinos em Conversação: Recalibrando o anarquismo em um país colonizado***20/07/2013 - [Chile] Documentário “Montagem: Caso Bombas”***20/07/2013 - [Grécia] Atualização sobre os dois anarquistas presos em Tessalônica***19/07/2013 - [Reino Unido] Fogo e barricadas durante a expulsão de squatters no bairro de Brixton, em Londres***18/07/2013 - "O fascismo mantêm uma presença muito alta na Alemanha"***17/07/2013 - [Argentina] Chamada para o V° Encontro Social desde abaixo e por fora do Estado***17/07/2013 - [Espanha] Burgos: V aniversário da Biblioteca Anarquista La Maldita***16/07/2013 - [Grécia] Liberdade para os Lobos do Norte***16/07/2013 - [França] 1993-2013: 20 anos sem Léo Ferré***16/07/2013 - Eventos anarquistas pelo mundo***15/07/2013 - [Grécia] Mega operação policial em Tessalônica prende dois anarquistas***15/07/2013 - 100 anos de anarquismo na Nova Zelândia celebrados hoje***14/07/2013 - [Espanha] Faixa gigante é estendida em festa de São Firmino em solidariedade com os torteiros***14/07/2013 - Entrevista: Anarquismo, Tamarod e a violência sexual no Egito***13/07/2013 - [França] Inauguração da universidade popular autogerida “Castelo no Céu”***18/02/2013 - [Brasil]Retomada da Rádio Cordel Libertário***16/02/2013 - [Egito] Anarquistas inflamam a Revolução no Egito!***15/02/2013 - [Grécia] Fábrica ocupada começa a produção sob controle operárix***15/02/2013 - [Rússia] Solidariedade com as mulheres egípcias em Moscou***15/02/2013 - [Brazil] Conferência: “Uma visão sobre o movimento punk e anarquista na cidade de São Paulo, entre 1980 à 1995”***15/02/2013 - [Brazil] Convocação da Okupa Luz de Velas São José do Rio Preto/SP***13/02/2013 - [Brazil] 13º Fevereiro Anti-Facista: Seminário "Se o Facismo está aqui vamos combatê-lo"***13/02/2013 - [Brazil] 2º Encontro por uma Educação Libertária***12/01/2013 - [Atenas -Grécia] Mais de 10.000 manifestantes em defesa das Ocupas***28/12/2011 - [Alemanha] Berlim: Ataque incendiário contra a okupa Rauch-Haus***28/12/2011 - [Brasil] Lançamento: “Élisée Reclus: Retratos de um anarquista”***27/12/2011 - Novos grupos anarquistas na Grã-Bretanha***27/12/2011 - [Espanha] Crônica da Marcha à Prisão de Morón de la Frontera, 24 de dezembro de 2011***27/12/2011 - [Turquia] Manifestação pede a libertação de punks detidos em Aceh***26/12/2011 - [Grécia] Expropriações em supermercados, guerra a patronal***26/12/2011 - [Grécia] Fontes renováveis de energia: um negócio muito rentável***23/12/2011 - Ações de solidariedade com os punks detidos na Indonésia pelo mundo***23/12/2011 - [Itália] Projeto Café Malatesta***23/12/2011 - Videoclipe: "Freedom Road", tributo a Mumia Abu-Jamal - 30 anos de luta!***22/12/2011 - Documentário: “Teenage Riot: Atenas”***22/12/2011 - [Cuba] Brigas de galo na mídia cubana***21/12/2011 - [Grécia] Fogo e Pólvora ***21/12/2011 - [EUA] “Vamos levar nosso irmão para casa e vamos lutar para derrubar este sistema”***20/12/2011 - [Espanha] Livro: “A estupidez do Nacionalismo por Lu Tao”, de Fernando Ventura***20/12/2011 - [EUA] Uma Breve História de Ficção Anarquista***19/12/2011 - [EUA] Johanna Fernandez visita Mumia Abu-Jamal na prisão Mahanoy***19/12/2011 - [Rússia] Ação direta em solidariedade com os punks detidos na Indonésia***18/12/2011 - [EUA] Mumia Abu-Jamal sai do corredor da morte e é transferido de prisão***16/12/2011 - Atenas: A primeira manifestação de desempregados na Grécia***16/12/2011 - [Espanha] A revolução árabe por vir***15/12/2011 - [Reino Unido] “Red and Black Umbrella”: um novo centro social ocupado para Cardiff***15/12/2011 - [Grécia] Tessalônica: Igreja e Polícia colocam na rua pessoas sem-teto***14/12/2011 - [Reino Unido] Relato sobre o “Protesto Mumia Abu-Jamal Livre Já” em Londres***14/12/2011 - [Indonésia] A polícia islâmica prende dezenas de punks para “reeducação”***14/12/2011 - [Espanha] Livro: Policiais, porcos, assassinos. Crônicas do dezembro grego. 2008

Chat da Rádio

Para ENTRAR no CHAT, digite seu apelido no campo 'nickname' e clique 'connect' para entrar na sala da Rádio Cordel Libertário.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

ENTREVISTA COM O COLETIVO ORL (Organização Resistência Libertária) FORTALEZA/CE


Nessa quinta feira dia 28/04/2011 as 21:10 voltando depois de uma semana sem transmissões ao vivo devido a eventos que ocorreram durante esses dias a Rádio Cordel Libertário retorna e já com a participação de um integrante do Coletivo ORL (Organização Resistência Libertária) de Fortaleza/CE, aonde falaram um pouco sobre sua organização e suas ações hoje em dia, como também farão uma pequena análise do contexto anarquista/libertário em Fortaleza/CE, enfim muitos motivos para que você libertárix/anarquista não queira perder essa entrevista.


Dessa forma convidamos todxs a escutarem a entrevista e participar através de perguntas no chat do blog.


Quem não tiver a oportunidade de escutar terá a reprise na sexta feira 29/04/2011 as 9:00.

Rádio Cordel Libertário
A Rádio que Valoriza e Respeita a Liberdade e a Diversidade!
radiocordel-libertario.blogspot.com
radiocordel-libertario@hotmail.com

segunda-feira, 18 de abril de 2011

NESSA SEMANA NÃO HAVERÁ TRANSMISSÕES AO VIVO

Pelo fato dessa semana 18/04 a 22/04 ocorrer diversos eventos estudantis, aonde alguns integrantes da Rádio irão participar ou trabalhar nesses eventos, não será possível fazer transmissões AO VIVO, mas já a partir de 25/04 a Rádio Cordel Libertário voltará novamente ao AR e já com bastantes entrevistas agendadas, que com certeza serão interessantes para as/os Camaradas Libertárias/Anarquistas, e agora com mais gente somando ao Grupo, tendo pessoas de Fortaleza/CE que com certeza irá contribuir muito para esse veiculo de comunicação libertário. Durante essa semana não terá transmissões AO VIVO mas terá reprises de entrevistas e noticiários por isso não deixem de acompanhar.

OBS: É possível que durante essa semana do dia 18/04 a 22/04 entremos ao vivo de outras regiões do Nordeste, se isso acontecer divulgaremos com antecedência.

Salve Libertário
Coletivo Rádio Cordel Libertário

Rádio Cordel Libertário
A Rádio que Valoriza e Respeita a Liberdade e a Diversidade!
radiocordel-libertario.blogspot.com
radiocordel-libertario@hotmail.com

domingo, 17 de abril de 2011

CINECLUBE TERRA LIVRE apresenta: 1 7 / 04 * D o m i n g o * 1 8 h * G r á t i s e segue a programação para os outros meses

A Biblioteca Terra Livre anuncia a segunda sessão do CINECLUBE TERRA LIVRE após o sucesso da primeira sessão que exibiu filmes do grupo anarquista Cinema do Povo. Leia a crônica sobre a sessão: http://www.centrocineclubista.org/2011/03/cronica-de-risomar-fasanaro-sobre-a-estreia-do-cineclube-terra-livre/

Daremos sequência à Mostra "Películas Negras": Produção
Cinematográfica Anarquista, com exibição de dois filmes de Jean Vigo:
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Jean_Vigo

CARTAZ: http://i.imgur.com/5Vkj5l.jpg

CINECLUBE TERRA LIVRE apresenta:
J E A N V I G O

1 7 / 04 * D o mingo * 1 8 h * G r á t i s

FILMES:

* ZERO EM CONDUTA *
(41 min, 1933)

* A PROPOS DE NICE *
(22min, 1930)

* * *

LOCAL: CECISP – Centro Cineclubista de São Paulo
 Rua Augusta, 1239, sala 13 – São Paulo
 Próximo ao Metrô Consolação
 Entrada Gratuita

 CINECLUBE TERRA LIVRE
 http://bibliotecaterralivre.wordpress.com
 bibliotecaterralivre@gmail.com

 ***

 O CINECLUBE TERRA LIVRE é possível graças ao apoio e parceria do Centro Cineclubista de São Paulo.

 ***

 Mostra "Películas Negras": Produção Cinematográfica Anarquista.

 A partir de março de 2011 o CINECLUBE TERRA LIVRE realizará uma sessão de  cinema mensal gratuita com temática anarquista seguida de debate. No primeiro  semestre realizaremos a Mostra "Películas Negras": Produção  Cinematográfica Anarquista.
 O objetivo central desta mostra é resgatar parte de história do cinema que  foi escamoteada por muitos anos. Pretendemos apresentar e retomar a discussão
 da produção cinematográfica anarquista.
 Anarquistas se aventuraram a produzir filmes em diferentes países e em  diversos períodos históricos. Pretendemos traçar um panorama dessa  produção, trazendo o anarquismo não somente como tema dos filmes, mas como
 idéia que orientou a organização e realização dos filmes, pensando na  propaganda e se valendo da autogestão como meio de produção.
 Além disso, pretendemos criar um espaço permanente de reflexão e discussão  sobre a estética anarquista e como os anarquistas utilizaram a linguagem do  cinema para se expressar.
 Para tanto, fizemos a seleção de alguns filmes que dialogam com esta  proposta.

 DATAS:
 Domingos – 18h

 * 20/03 – Cinema do Povo (1914)
 * 17/04 – Jean Vigo (1933)
 * 15/05 – Revolução Espanhola (1936 – 1939)
 * 12/06 – La Cecilia (1976)

 LOCAL: CECISP – Centro Cineclubista de São Paulo
 Rua Augusta, 1239, sala 13 – São Paulo
 Próximo ao Metrô Consolação
 Entrada Gratuita

 CINECLUBE TERRA LIVRE
 http://bibliotecaterralivre.wordpress.com
 bibliotecaterralivre@gmail.com

[Cáceres, Espanha] A CNT segue realizando concentrações de protesto em frente à PIZZA HUT

A CNT segue realizando concentrações de protesto em frente à PIZZA HUT, todas as quartas-feiras em Cáceres e todos os sábados em Badajoz.
Já são seis as concentrações semanais que a CNT realizou em frente ao PIZZA HUT de Cáceres e quatro em Badajoz. Entre as 20h30 e as 22h00, torna-se praticamente impossível comer em paz no PIZZA HUT pela força do protesto operário.
O conflito começa a tomar uma dimensão midiática, já que Cana Extremadura Radio já entrevistou os/as trabalhadores/as que sofreram represálias pela empresa. E em breve se prevê que o protesto seja difundido também pela televisão regional.
Enquanto isso, os sócios de INVERSIÓN Y RESTAURACIÓN EXTREMADURA S.A. - gerentes das franquias de PIZZA HUT em Extremadura - continuam violando os direitos dos/as trabalhadores/as com suas mentiras e suas montagens.
Depois de assinar o reconhecimento da Seção Sindical na empresa, pretendem agora impedir o exercício dos direitos sindicais que a Lei Orgânica de Liberdade Sindical claramente reconhece. Seu argumento é baseado em que a CNT não se apresenta às Eleições Sindicais, o que mostra que ainda não sabem quem estão enfrentando! Milhares de Seções Sindicais da CNT por todo o território espanhol constituem um precedente incontestável.
A solução para este conflita passa inevitavelmente pela readmissão dos três trabalhadores demitidos e pelo fim do assédio e da repressão sindical. Quando estes sujeitos entenderem isso, as águas voltarão ao seu canal. Além da ação sindical, seguem seu curso os trâmites judiciais contra a vulnerização dos direitos na PIZZA HUT.
A Seção Sindical da CNT na PIZZA HUT pede a solidariedade de toda a
Extremadura e o BOICOTE a estes empresários sem escrúpulos. Não consuma
neste estabelecimento enquanto não forem respeitados os direitos legítimos
de seus empregados.
 
Notícias da AIT
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
Subscribe/Unsubscribe http://ainfos.ca/cgi-bin/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt

sábado, 16 de abril de 2011

Primeiro Congresso Anarquista no México


Companheiros e Companheiras anarquistas:



Nos alvores do século XXI, a barbárie do capitalismo mundial manifesta-se através do aumento da exploração, da miséria e da morte de milhões de seres humanos. A arbitrariedade, o roubo, a violência, a dominação e a discriminação continuam a ser os motores que impulsionam a civilização capitalista nesta era de novos conhecimentos e tecnologias. Por fim a cobiça das empresas provoca a destruição descontrolada dos recursos naturais do planeta.
Os Estados dominantes no mundo recorrem à guerra para exercer a hegemonia que lhes permitirá submeter e saquear os países e as sociedades. Do mesmo modo os Estados e os governos de diferentes origens políticas usam a repressão e procuram aniquilar os movimentos sociais para sufocar as chamas libertárias da insurreição, na tentativa de acabar com as greves e as revoltas populares que - com dignidade e por um novo mundo - lutam contra a barbárie da exploração e da dominação.
A exploração, a dominação, a espoliação, a discriminação e uma devastação gritante dos recursos naturais que resultam desta situação não só legitimam mas tornam necessária, agora, mais do que nunca, toda a luta contra o capitalismo e o Estado
No México, a exploração e a miséria deixaram um rastro de 55 milhões de pobres, salários de miséria, a destruição dos direitos laborais, o desemprego e a imigração. Fome, exploração e morte para o povo mexicano. Em contrapartida, para os senhores do poder e com muito dinheiro, lucros elevados e uma crescente concentração de riqueza. No entanto, e contra o que os seus dominadores desejam, o povo mexicano não se deixou abater, resiste, rebela-se e constrói alternativas contra a miserável realidade da fome, do roubo e da violência a que querem condená-los os ladrões e exploradores empresariais e governamentais.
À tenaz rebeldia do povo mexicano, o Estado responde com a perseguição, a detenção, o desaparecimento e o assassinato dos homens e das mulheres dignos que lutam contra todas as injustiças e desejam uma transformação radical do sistema. A aposta das elites políticas e econômicas é a do terrorismo de Estado através da militarização do país e da criminalização dos indivíduos e dos movimentos sociais insurgentes.
Com efeito, o Estado impõe a insegurança, o medo e a repressão em muitas áreas sociais, a fim de imobilizar a sociedade. O povo, longe de se deixar paralisar, resiste e rebela-se contra essa opressão e esse terror: luta contra a desapropriação das suas terras; protesta contra a construção de barragens, defende os ecossistemas contra a voracidade das empresas de construção, resiste à biopirataria das empresas biotecnológicas; protesta contra a Igreja e contra os reacionários de todos os quadrantes que visam impedir os direitos das mulheres e dos homossexuais, bissexuais e transgêneros de usufruírem o livre exercício de seus corpos, desejos e afetos, contra empresas privadas que lucram com os espaços públicos, como a auto-estrada oeste, Metrobus e linha 12 do Metrô, na Cidade do México, exige liberdade para os presos e presas políticos, a autonomia indígena e constrói nas ruas, para exigir seu direito à saúde, educação, habitação, terra, pão e a liberdade. Em suma, enquanto os senhores do poder e do dinheiro espalham o medo, a fome e a violência, o povo semeará a autonomia, liberdade e dignidade.
A repressão do Estado, mas, acima de tudo, a força do povo mexicano, tornam inadiável a necessidade dos e das anarquistas de todo o país se reunirem no Primeiro Congresso Anarquista para se trocar impressões acerca da forma como nos queremos organizar, como lutar contra o Estado e o capital hoje e como acompanhar a rebelião do povo até à construção de um mundo novo sem exploração e sem dominação.
O propósito do Primeiro Congresso Anarquista no México é criar um espaço de encontro, de diálogo e ação para a prática do apoio-mútuo, conhecer as nossas insurgências, trocar experiências, acordar - entre aqueles que o desejarem - atividades e ações conjuntas contra a exploração e a dominação atuais. O Congresso Anarquista não pretende homogeneizar a luta e o pensar das diferentes formas de entender e agir dos anarquistas do país, o que constituiria de resto uma pretensão contraditória com a nossa natureza libertária.
O Congresso Anarquista também não pretende hegemonizar as diversas forças e tendências ácratas que atualmente estão espalhadas por todo o país, o que seria uma contradição e iria contra os mais elementares princípios libertários. Enfatizamos que o Congresso Anarquista não pretende centralizar nem hegemonizar a ação e o pensar dos libertários, ou criar vanguardas ou dirigentes do nada nem de ninguém.
O Primeiro Congresso Anarquista do México pretende criar um espaço de encontro, diálogo e de apoio-mútuo entre os anarquistas que fortaleça a ação anarquista contra a investida da repressão dos governos do PAN, PRI e PRD, assim como criar um espaço que permita dar continuidade à revolta social e cultural dos anarquistas de todo o país.
O espaço de encontro, diálogo e apoio-mútuo - que se pretende construir com o Primeiro Congresso Anarquista no México - é inspirado na ética anarquista que se baseia na autonomia individual, na fraternidade e na igualdade dos seres humanos.
Inspirados por esses princípios éticos, diversos indivíduos e grupos anarquistas realizaram uma série de reuniões com o objetivo de convocarem os nossos irmãos e irmãs para a sua participação no Primeiro Congresso Anarquista no México, a ser realizado na Cidade do México em 29, 30 de abril e a 1 de maio de 2011, no Auditório Che Guevara.
Companheiros e Companheiras anarquistas:
A urgente necessidade de destruir a exploração e a dominação da podre civilização capitalista, assim como a aspiração de construir, aqui e agora, uma sociedade de pessoas autônomas, livres, iguais e respeitosas da natureza, levaram-nos à convocação da realização do Primeiro Congresso Anarquista no México.
Esperamos que o seu coração e a sua palavra verdadeira e libertária construam com todos e todas nós esse espaço de liberdade, rebeldia e apoio-mútuo. Além disso, instamos os anarquistas que vivem nos estados da República a confirmar a sua participação no Primeiro Congresso Anarquista o mais rapidamente possível para preparar o seu alojamento, bem como providenciar apoios financeiros para contribuir para a sua deslocação desde o local de origem até à Cidade do México.
Saúde e Revolução Social!
México, Planeta Terra, Janeiro de 2011.
Fraternalmente.
• Indivíduos da Federação Local Libertária (FLL)
• Projeto TV Neza
• Estudantes ácratas da Faculdade de Ciências da UNAM
• Membros do Auditório "Che Guevara"
• Pensamento Ingovernável-FLL
• Célula Anarco-feminista
• Fanzinoteca do Auditório "Che Guevara"
• Cruz Negra Anarquista
• Estudantes do Politécnico
• Indivíduos libertári@s
• Coletivo Autônomo Magonista-FLL
• Motim-FLL
• Filhos do Povo-FLL
• KontrAxãoZocial
• Coletivo Libertário Resiste Luta Constrói
Tradução > Liberdade à Solta
agência de notícias anarquistas-ana
lua mínima
a tarde minguante
abre um sorriso
Alonso Alvarez

Dia internacional de ação direta contra a extração





Junte-se a nós em 20 de abril, onde quer que esteja!
Comunidades ao redor do mundo estão sendo atacadas por indústrias extrativistas que envenenam nossas famílias, matam aqueles que nos são queridos no trabalho e destroem os ecossistemas que cuidamos. O vazamento da British Petroleum (BP) no Golfo do México, infelizmente foi apenas um de uma cadeia infinita de desastres que nasceu de um sistema econômico que invariavelmente irá consumir os recursos do planeta.
Extração é o ato de tomar algo sem dar nada em troca. A extração toma a vida de trabalhadores, para que as corporações possam fazer um pouco mais de dinheiro. A extração toma a água e o ar limpos e nos dá oceanos imundos e o clima caótico. A extração toma a riqueza natural de comunidades e ecossistemas, deixando para trás pobreza e vastidões ecológicas.
Para um clima estável, e ar e água limpos, devemos parar a extração de combustíveis fósseis, e demais "recursos". Das areias betuminosas de Alberta à Costa do Golfo, as pessoas estão lutando contra as indústrias extrativistas que declararam guerra ao nosso planeta. O Rising Tide está chamando por um dia de ação direta contra a extração no aniversário de 1 ano do vazamento da BP.
Em 20 de abril, levemos isso aos pontos de produção. Desligue um poço, ocupe uma mina, assuma o controle de um escritório, bloqueie um banco. A comunidade de ninguém deve ser uma zona de sacrifícios.
Por justiça climática e um planeta habitável,
Rising Tide América do Norte
Mais infos:
agência de notícias anarquistas-ana
um gaio levanta voo
ficamos sós
o pinhal e eu
Rogério Martins

[República Tcheca] Sabotagem em um gerador de energia para camêras de vigilância em uma rodovia

Comunicado:
"Na madrugada de 10 de abril fez-se explodir um gerador que fornece energia para uma pequena casa na auto-estrada D1. Como resultado, causou um curto-circuito e a câmera ali estacionada parou de gravar. O estado de controle constante não deve deixar-nos inativos. Eles nos tratam como ratos de laboratório enjaulados num labirinto escuro. Devido à resignação dos cidadãos, são livres para impor o clima de medo que lhes agrada. Uma atmosfera de medo e de execução é acompanhada por um monitoramento onipresente realizado por várias autoridades, para manter sempre um olho naqueles que buscam a liberdade deste círculo vicioso.
Nós nos recusamos a entrar em um acordo com a vida pré-embalada e pré-concebida.
Nós nos recusamos a ir trabalhar para que os ricos possam ficar mais ricos e os pobres são forçados a viver das migalhas da mesa do rico.
Nos recusamos a acatar e obedecer.
Solidariedade com os presos anarquistas do Chile!
Honra a Lambros Foundas!
Abaixo o Estado e o capitalismo!"
Revoluční boj (Luta Revolucionária)
agência de notícias anarquistas-ana
Numa pressa insana,
o jato divide em quatro
o azul-porcelana.
Flora Figueiredo

[EUA] 1ª Feira do Livro Anarquista de Houston


 
A 1ª Feira do Livro Anarquista de Houston tem como objetivo trazer literatura radical e alternativa, educação e cultura com foco na resistência e na construção de comunidades. Este evento está sendo criado como um veículo para organizar comunidades, criando redes de comunicação no sul dos Estados Unidos.
A feira do livro terá uma variedade de distribuidoras, infoshops, livros novos e usados, em combinação com workshops, troca de habilidades, palestras e debates, facilitando o diálogo aberto. Por isso, esperamos criar um espaço de solidariedade com a comunidade anarquista, e instigar redes regionais, nacionais e internacionais.
Virá a este evento uma variedade de organizações que, juntas, construirão uma comunidade radical no sul do país.
Já confirmaram presence com suas banquinhas: Betch HTX/ATX (Beautiful Educated ThunderCunts From Hell), Broken Brick Distro from San Antonio, Monkey Wrench Books from Austin, Tumbleweed infoshop from Austin, ATX Mental Health, Sedition Books from Houston, Critical Resistance Houston, SDS Houston, Houston Earth First/Rising Tide, Little Black Cart, AK Press, PM Press, Ambient Transient, Iron Rail Infoshop, Long Haul Infoshop, Slingshot Collective e Arissa Media Collective.
A Feira do Livro Anarquista de Houston será realizada de 22 a 24 abril de 2011.
Para conferir o local e a programação do evento visite o blog:
agência de notícias anarquistas-ana
Mar de primavera –
O dia todo
Lentamente ondula.
Buson

[Indonésia] Ataque a outro caixa automático em um Banco Central Ásia


 
A "Conspiração Internacional pela Vingança" (ICFR) assumiu a responsabilidade pela queima em outro BCA (Banco Central Ásia), em um caixa eletrônico na Indonésia, numa ação contra a exploração capitalista dos recursos naturais do país e a repressão do Estado. 
O BCA está remanejando finanças para o desenvolvimento industrial em Kulon Progo. As ações estão diretamente reivindicadas nos panfletos que foram deixados no local, os mesmos que estavam em uma série de outros incidentes em todo o país.
O comunicado coloca as ações no contexto de vingança, pela a opressão brutal infligida à população em Kulon Progo, Bima, Takala, Raya Padang, Makassar, Jogja, Persil IV Medan, Buyat e Papua da Indonésia; pelo Estado e pelas empresas multinacionais, como PT Indomines e BCA. A ação também denunciou o papel da mídia, os burocratas, a policiais e os militares.
O caixa automático foi completamente destruído com dinheiro dentro; foi queimado um circuito fechado de televisão (CCTV), e foi desmontada a unidade do caixa eletrônico. Não houve feridos.
agência de notícias anarquistas-ana
sono profundo
coberta de neblina
minha cidade
Alice Ruiz

Notícias da Grécia


 

Ong é atacada em Tessalônica
Na madrugada do dia 1º de abril, em Tessalônica, foram atacadas com bombas incendiárias: a sede da Ong "Centro para Democracia e Reconciliação no Sudeste Europeu", localizado no bairro Ano Poli, e a sede local da Câmara de Comércio Grego-britânico (centro da cidade).
Além de ser uma quadrilha capitalista, havia uma razão a mais para atingir a Câmara de Comércio: seu executivo principal é Rigas Tzelepoglou, como o cônsul honorário do Chile em Tessalônica.
A Ong em questão, como a maioria das organizações não-governamentais, tem as mãos manchadas de sangue e merda da política nos Balcãs. Há também uma surpresa: o tesoureiro da Ong não é ninguém menos que o mesmo senhor Tzelepoglou!
As ações foram dedicados aos companheiros chilenos em greve de fome, os 5 recém detidos membros da Conspiração das Células de Fogo e outros presos, e assinadas pela Frente Revolucionária Internacional/Célula de Solidariedade "Fogo nas Fronteiras".
Escritórios são alvejados em Atenas
Na madrugada de domingo, 27 de março, o fogo destruiu completamente a escritórios localizados em Halandri (Atenas), da empresa "Eurocopters", que com subsidiária chamada "Aeroservices", lida com helicópteros do Exército e da polícia grega.
Como foi explicado pelos companheiros em seu comunicado, depois de abrir a porta, um forte dispositivo incendiário foi colocado dentro dos escritórios. A ação foi dedicada aos detidos em 14 de março, membros da Conspiração das Células de Fogo e assinada pelo Frente Revolucionária Internacional/Condutas Divergentes pela Difusão do Terrorismo Revolucionário/Célula de Ação Anarquista.
Ação simbólica na casa de procurador público em Atenas
Segunda-feira, 4 de março, pela tarde, uns 40 companheiros aproximaram-se, localizada em bairros burgueses do norte de Atenas, da casa do procurador responsável pelo caso da Conspiração das Células de Fogo - K. Baltas - e fizeram uma intervenção simbólica: as paredes foram pintadas, milhares de panfletos foram espalhados pela área, alguns cartazes contra Baltas foram colados e gritaram palavras de ordem (e insultos). Ao saírem, 14 dos nossos companheiros foram detidos por policiais da brigada DIAS, e colocados em liberdade com penas leves (por "danos", etc.) sem direito a fiança, cerca de 24 horas depois.
O fato é que logo após esta ação simbólica chegar às "vias de fato", uma equipe da TV "ANT1" e, provavelmente apressando-se para fazer uma reportagem "quente", ocorreu um acidente: um dos técnicos morreu quando a antena que manejava encostou-se aos cabos de alta tensão. Obviamente, a imprensa não hesita em ligar essas duas coisas diferentes e totalmente independentes umas das outras, em artigos com manchetes como "Um técnico de TV morre após ataque de anarquistas à casa do procurador." Sem comentários.
agência de notícias anarquistas-ana
vento apressado
por que não senta aqui
do meu lado
Alexandre Brito

[França] Manifestação antifascista em Lyon reúne cerca de 2000 pessoas


Aos gritos de "nenhum racista na rua, nenhum fascista na rua", "são racistas, são fascistas, são sexistas. Fora de nossa cidade", "esmagar os fascistas", "alerta, alerta antifascista", "olelê, olalá, Lyon é antifascista", entre outros, cerca de 2000 pessoas se reuniram neste sábado (9 de abril) em Lyon, em protesto contra a extrema-direita, o fascismo e o recrudescimento da violência nazi.
Partindo da Praça Bellecour por volta das 14h30, e percorrendo várias ruas do centro de Lyon, os manifestantes marcharam sob um sol forte com um carro de som, faixas, agitando bandeiras, cartazes e gritando palavras de ordem. Um forte contingente de policiais acompanhou a passeata. Não houve prisões nem incidentes.
Lyon é uma das cidades francesas onde a ascensão de grupos neonazistas é mais visível. Nos últimos dois anos têm visto um aumento nas agressões e atos nazistas na cidade. Os neonazistas da organização Blood & Honour abriram no município um local, através do grupo Bunker Korps Lyon e a associação Lyon Dissidente, onde organizam eventos e shows regularmente com total impunidade.
Nos últimos dois anos os neonazistas perpetraram dezenas de agressões na cidade, algumas com gravidade. A última violência ocorreu na quarta-feira (6 de abril), neste caso, três nazistas atacaram com bastões de madeira, pistolas de balas de borracha e gás lacrimogêneo vários ativistas que estavam distribuindo panfletos em um instituto escolar para a manifestação deste sábado.
A presença nazista na cidade conta, de alguma forma, com a cumplicidade das autoridades e dos meios de comunicação da cidade, que se esforçam em retratar o problema simplesmente como uma questão de gangues.
Além disso, os grupos neonazistas se aproveitam da atual crise e aumento das idéias e partidos de extrema-direita para agir.
Uma pesquisa recente de opinião surpreendeu a França ao indicar que a líder da extrema-direita Marine Le Pen, filha do anterior líder da Frente Nacionalista, Jean-Marie Le Pen, apareceu na frente de todos os demais candidatos no pleito previsto para o ano que vem. Marine, 42 anos, lidera a Frente Nacional desde janeiro e aparece como sucessora de seu pai.
Vídeo da manifestação:
agência de notícias anarquistas-ana
Quero ouvir na noite
os sapos que embalarão,
eternos, meu túmulo.
Alexei Bueno

[Reino Unido] "As propostas das prisões são claras: retirar essas pessoas das ruas"

 
[As autoridades detiveram mais de 200 pessoas na seqüência dos protestos do "26M" (26 de março) em Londres contra as medidas de austeridade apresentadas pelo governo. A manifestação contou com a presença de mais de 500 mil pessoas, num desfile pelas ruas da capital que culminou com um comício em Hyde Park. Peter Wright, da organização South London Solidarity Federation, participou da manifestação e nos fala a seguir sobre a situação dos detidos.]
Agência de Notícias Anarquistas > Ainda tem ativistas presos pelos protestos do "26M"?
Peter Wright < No mesmo dia 26, a polícia prendeu cerca de 202 pessoas, 138 das quais sendo da ocupação "pacífica" (palavras da polícia) do Fortnum & Mason, o mercado de comida burguês e real. Outros 50 (aproximadamente) foram presos na tentativa de ocupar a Trafalgar Square (talvez a principal praça da cidade, onde se encontra a Coluna de Nelson) pela noite. Parece que a polícia estava com muita raiva depois de todos os fatos do dia, pelos quais os manifestantes foram atacados com grande violência.
Ultimamente, ou seja, durante as manifestações estudantis no final do ano passado, a polícia veio com fotos de pessoas procuradas e seguiu com as detenções de ativistas, entrando em suas casas e tal. Até agora, após o dia 26, há cerca de 18 fotos, nada mais, mas sabemos que as investigações continuam. Após a revolta estudantil, disse o Met (a polícia londrina), que 18 policiais se dedicariam a ver TODOS os vídeos do Youtube para identificar os suspeitos.
ANA > E quais acusações pesam contra eles?
Peter < São poucas as acusações, mas a grande maioria - especialmente aqueles do UK Uncut - pode ter certeza que nunca receberão acusações. As propostas das prisões são claras: para retirar essas pessoas das ruas durante os distúrbios e também gravar seus nomes, fotos, DNA, etc., em suas bases de dados. Assim, essas pessoas serão conhecidas pelas forças de segurança.
ANA > Entre estes presos há militantes anarquistas, mulheres...
Peter < Claro, há ambos! O UK Uncut conta com alguns "anarquistas" entre seus membros, mas que sofre de um tipo de liberalismo e pacifismo em vigor a partir das classes média e alta. Eu não saberia dizer o número de mulheres presas: é claro que havia, mas não de forma distinta na contagem.  
ANA > E o que podemos fazer a distância para ajudá-los?
Peter < Estender a luta e a resistência!
A sério, ainda não sei bem o que vai acontecer. Os detidos têm direito à fiança e devem retornar às delegacias em maio. Logo se saberá se eles vão a julgamento.
ANA > E essas pessoas correm o risco de pegar longos anos de prisão?
Peter < Sim, alguns. Podemos dizer que durante os distúrbios de novembro passado em Millbank, quando universitários ocuparam a sede do partido governante, um estudante - em um momento de loucura - jogou um extintor de incêndio do telhado do prédio. Isso é o que a mídia procurava para excluir e atacar os universitários radicais. Houve uma caça às bruxas, até que o pobre jovem - 17 anos - foi até a delegacia para confessar. Eles fizeram o julgamento de imediato e foi para a cadeia por dois anos, apesar das intervenções de sua mãe e suas desculpas públicas.
Outro ponto particular sobre a questão do "black bloc". Queremos estender a resistência até que ele seja um movimento popular. As pessoas que fazem ataques espetaculares contra os bancos e os símbolos de riqueza correm alto risco, e, afinal de contas, não alcançam muito. Aceitamos o que são essas ações que atraem as atenções da mídia, mas nós queremos ganhar a batalha contra os cortes, de modo que buscamos a popularização nas comunidades e postos de trabalho. Acreditamos que para alcançar este objetivo, temos de nos concentrar na luta diária e específica sobre os cortes de benefícios sociais, o fechamento de edifícios públicos, renúncias, etc., etc.
Nós tentamos usar o interesse no anarquismo, gerado pelas ações do bloco negro, para promover as nossas idéias e estratégias, e por esta razão que eu te escrevo.
agência de notícias anarquistas-ana
vento de esquina
arrepia a menina
e a poça d'água
João Angelo Salvadori


[EUA] A Suprema Corte não irá rever o caso do SHAC7

A Suprema Corte anunciou a alguns dias que não irá rever o caso do SHAC7 (Stop Huntingdon Animal Cruelty), um notável exemplo de um caso envolvendo a Primeira Emenda, em que um grupo de ativistas pelos direitos dos animais foi condenado como "terrorista", por levar adiante um controverso site.
A campanha do SHAC7 não tinha nada a ver com o Anthrax, bombas caseiras, ou um plano para seqüestrar um avião. Eles foram responsáveis pela manutenção de um site. Nesta página publicavam notícias sobre a campanha (ações legais, como protestos e ações ilegais, como resgatar animais de laboratório) e certamente havia adeptos.
Devido a isso, enfrentaram uma série de acusações de conspiração, incluindo conspiração por violar a Lei de Proteção à Empresa Animal e de cometer "terrorismo relacionado com a causa pelos animais."
Os réus perderam o julgamento e foram condenados a entre 1 e 6 anos de prisão. Na apelação, o Terceiro Circuito emitiu uma "falha de varredura". Considerou que a retórica da campanha SHAC era uma "ameaça real" (embora eles nunca fossem acusados de destruição de propriedade, ou violência, ou de incentivo a participar de tais atos), porque nessa mesma campanha, também existiram casos de atividades ilegais.
Dito de outra forma, o tribunal considerou que poderia limitar os direitos, sob a primeira emenda, de um grupo de pessoas por ações do passado cometidas por outros.
Por exemplo, um dos réus, Josh Harper, deu dois depoimentos em que falou sobre a campanha e sobre seu apoio, pessoal e teórico, à Frente de Libertação Animal, e a pequenas ações, como o envio de fax em preto para danificar as máquinas de fax de algumas empresas. A corte de apelações observou: "a conduta pessoal de Harper não cruza a linha da ilegalidade. Puni-lo por seus discursos políticos seria inconstitucional. No entanto, seu comportamento... dá indícios os quais o júri pode ter chegado à conclusão razoável de que Harper estava envolvido em uma conspiração para violar a Lei de Proteção à Empresa Animal".
 A Suprema Corte negou o auto de cerceamento do caso, o que significa que não serão atendidos. Em resumo, a sentença do tribunal de apelações está  parada, dando caso do SHAC7 como encerrado.
A probabilidade de um caso ser revisto pelo Tribunal Supremo é pouca, claro. Mas estou um pouco surpreso que este seja o caso do SHAC7. A Suprema Corte revisou o caso da Igreja Batista Westboro (o mesmo que criou o slogan "Deus odeia os gays"), declarando finalmente que eles tinham o direito de realizar seus protestos em funerais militares. John G. Roberts, presidente da Suprema Corte, escreveu que sua conduta é "certamente prejudicial, e sua contribuição insignificante ao discurso público", mas está protegida.
Todos, exceto um dos condenados do SHAC7 foram libertados, de modo que isto nada tinha a ver com a duração da pena. Teria a ver sobre o precedente que pode criar tais condenações, especialmente no âmbito da Lei de Proteção à Empresa Animal. Também a ver com o rótulo de "terroristas", que perseguirá esses ativistas pelo resto de suas vidas.
Mesmo se você não concordar com a campanha SHAC, ou campanhas pelos direitos dos animais em geral, a rejeição do tribunal em conhecer este caso tem implicações graves para todos os ativistas de qualquer movimento de justiça social.
Aqui está uma resposta de Lauren Gazzola, uma das pessoas pertencente ao grupo SHAC 7:
"Hoje foi um dia difícil, mas acho que a recusa da Suprema Corte em rever o nosso caso é um erro. Não somente um erro jurídico, mas um erro moral. Nesse sentido, eu tive um monte de dias difíceis durante os últimos anos. Gostaria de falar sobre um dos "menos ruins".
Algumas semanas atrás eu dei uma palestra sobre o caso do SHAC7 em uma aula de direito. Antes de começar a falar, o professor mostrou uns vídeos de investigações sigilosas dentro do laboratório HLS (Huntingdon Life Sciences), que mata 500 animais por dia em seus laboratórios. Foi a primeira vez que vi essas imagens desde que saí da prisão e foi superior a mim. Quando os vídeos terminaram, a diretora executiva da Sociedade Nacional Antivivissecção se levantou para me apresentar. Começou dizendo: "É difícil saber por onde começar".
Eu estava perto dela, e até um pouco agitada ao ver aquelas imagens. Eu tinha planejado começar a minha intervenção agradecendo ao professor por me convidar, também à SNA (Sociedade Nacional Antivivissecção) por patrocinar o evento, e aos alunos para participar. Em vez disso, me dirigi à classe e disse: "Eu sei exatamente por onde começar. Eu passei três anos da minha vida tentando fechar HLS e outros três anos e meio de prisão por esse motivo. Cada um daqueles dias valeu a pena e faria de novo". Hoje, eu só gostaria de repetir a mesma coisa: faria isso de novo. Valeu a pena."
agência de notícias anarquistas-ana
Vento de primavera:
Sobre uma antena, um pardal
Trina e defeca
Edson Kenji Iura

[Chile] "Caso bombas": Jornada de agitação e propaganda a partir de 14 de abril



Comunicado:
À todos e todas indóceis em cada canto do Planeta.
Já são quase 8 meses em que as forças da ordem apresaram nossos corpos, que o Estado desenterrou todos seus títeres e trapaças em uma nova onda repressiva. Os 5 anos de investigação aos mais de 100 bombaços manifestavam "resultados concretos".
O "caso bombas" é um julgamento político que poderia calçar qualquer dissidente do capital, casos similares vem se repetindo em outros territórios, as garras do panóptico continua levando seres a sua fúnebre boca, uma medida exemplificadora para todo aquele e aquela que tente tão só questionar a agradável ordem cidadã.
Para os e as que estão atrás das grades, nossas ferramentas são escassas, e desde 21 de fevereiro iniciamos uma greve de fome líquida indefinida, exigindo como primeiro ponto a absolvição desta montagem midiática jurídica-policial e com isso nossa almejada saída para às ruas.
Qualquer letra neste comunicado careceria de sentido se não se traduz em ações. A solidariedade é um exercício que rompe as lógicas da dominação, uma formosa arma que se pode usar de muitíssimas formas. É por isso que fazemos um chamado a solidariedade em todas as localidades, territórios e espaços onde continua as mentes inquietas, em uma jornada de agitação e propaganda a partir de 14 de abril até o 21 do mesmo mês pelo fim do presídio dos acusados do "caso bombas" detidos desde 14 de agosto de 2010.
Abaixo os muros das prisões!
Presos e presas do "caso bombas" em greve de fome para as ruas!
Presos e presas do "caso bombas" detidos no Centro Penitenciário Feminino e na Unidade Especial de Alta Segurança da Prisão de Alta Segurança de Santiago.
agência de notícias anarquistas-ana
trigo dourado
pelas mão do vento
é penteado
Carlos Seabra

[EUA] Polícia reprime e prende 12 jovens em marcha anarquista, em Portland



[No sudoeste de Portland, na noite de quinta-feira (7 de abril), 12 anarquistas foram detidos durante um protesto contra a brutalidade policial. Eles foram liberados na manhã do dia seguinte.]
Antes de começar o protesto, um oficial encarou uma jovem e empurrou-a violentamente, deixando-a sangrando no chão. Seus companheiros relataram que o policial não quis dar seu número de identificação, mas seu nome era "Weinberger". Outro policial deteve um manifestante por ter atirado um toco de cigarro no parque.
Quando aproximadamente 20 manifestantes se reuniram, a marcha começou, liderada por uma faixa que dizia: "Cada policial um assassino, cada juiz um inimigo". Calculou-se uns 30 policiais requisitados neste momento, ao longo das ruas em azul e amarelo, e ordenando que os manifestantes permanecessem na calçada.
As fileiras de ambos, manifestantes e polícia, seguiram crescendo rapidamente, chegando a 50 no "Black Bloc". Mais 35 policiais de bicicleta uniram-se as fileiras das forças da ordem, com mais 6 a cavalos e pelo menos 7 carros da polícia. Alguns seguranças particulares estavam presentes, fustigando as pessoas "suspeitas".
Aproximadamente às 19h40, na esquina da 9 e Stark, um tumulto estourou.. Spray de pimenta foi atirado em cima da multidão; empurrões, golpes, gritos. Muitos dos manifestantes corriam em todas as direções. A causa do conflito era incerta, mas foi notado por vários observadores de que ambos os lados se contra-atacaram. Testemunhei três detenções, neste momento, incluindo uma menina muito jovem. Os manifestantes relataram sua idade: 14 anos de idade.
Outro detido não estava se movendo, quase inconsciente, e teve de ser levado pela polícia, com os pés arrastando. Um policial empurrou violentamente um dos manifestantes, ordenando-o permanecer na calçada.
Enquanto os manifestantes se reagruparam no Parque Obryant, chegaram mais policiais: 20 da tropa de choque, mais 10 a pé e de bicicleta, e pelo menos 10 carros da polícia com as sirenes ligadas. Contei 58 policiais nesse momento.
Os 15 manifestantes restantes estavam reunidos com seus companheiros e começaram uma marcha em torno dos bairros adjacentes, até a Praça Pioneer. Um coro com frases como "Fuck the Police!"("Foda-se a polícia") e "A-C-B!  All Cops Are Bastards!" ("Todos os tiras são uns bastardos") parecia surpreender alguns transeuntes, enquanto outros simplesmente ficaram boquiabertos de espanto. Vários colocaram seus punhos no ar em solidariedade.
Às 20h25, 12 manifestantes permaneciam na Pioneer Square. Pelo menos 26 policiais acompanharam de perto cada movimento, com carros da polícia em todas as direções, e um grande caminhão anti-motim rodava lentamente, enquanto 20 policiais permaneceram do lado de outro caminhão.
A partir deste ponto a marcha continuou pela 3ª Avenida e, finalmente, até a 12ª Burnside Avenue, onde um "muro" de policiais deu-lhes boas-vindas, proibindo a passagem. Os manifestantes finalmente mudaram seu curso através da Stark Street e voltaram para a Pioneer Square.
Por volta das 21h30 aproximadamente uma dúzia de manifestantes permaneceu em frente ao Palácio da Justiça, com a polícia fazendo "companhia".
agência de notícias anarquistas-ana
no inverno, o vento
dança com as folhas
a seu contento
Eugénia Tabosa

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Não Haverá Transmissão Ao Vivo nessa Sexta-Feira

Para melhorar/ampliar a articulação da Rádio nessa noite não haverá transmissão ao vivo, nesse final de semana no sabado e domingo ás 20:00 terá a reprise das entrevistas da Semana, não deixem de acompanhar.

Salve Libertário
Mano

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Dia 7 de Maio
Show de comemoração dos 10 anos da banda Cama de Jornal

Mostra de Documentários do Movimento Zeitgeist em Salvador‏

Com o apóio da DIMAS, o Movimento Zeitgeist Brasil estará promovendo uma mostra de documentários relacionados ao movimento. Durante a semana de 15 à 20 de abril, os filmes: “Zeitgeist: Moving Forward“, “Zeitgeist: Addendum” e “Future by Design”, serão exibidos, respectivamente, às 14hs, 17hs e 19 hs, em sessões gratuitas, nas salas de cinema da Biblioteca Central dos Barris.



Dentre os filme exibidos, cabe destaque ao inédito em terras baianas – “Future by Design” que apresenta a vida e visão de futuro de Jacque Fresco, fundador do Projeto Vênus.



Mais detalhes e informações no blog da Regional Bahia. (http://softwarelivre.org/zeitgeist-ba)

terça-feira, 12 de abril de 2011

[Suécia] Ataques ao parque de animais Slottsskogen




Comunicado:

"Na Suécia, em Gotemburgo, visitamos o parque Slottsskogen de animais. Quando entramos no local destruímos letreiros pintados sobre os mapas. Nós começamos a cortar as cercas de proteção em algumas áreas; nenhum animal foi resgatado porque há principalmente focas e pingüins, e é impossível a transferência (o que é triste, porque é fácil alcançá-los).

Em seguida, golpeamos com um bastão as paredes de vidro das gaiolas que estavam vazias, onde ficavam aves, mas elas eram muito grossas para quebrar e o som ecoou pelas ruas. Em vez disso, deixamos mensagens nas paredes de vidro como "escória", "Aqui os animais estão sendo torturados", e assim por diante.

Continuamos com a colocação dos selos em tinta preta, que foi derramada sobre as paredes e janelas, e pintamos “Abusadores de Animais" e "DBF [ALF em sueco]" em todos os lugares, de modo que a escória humana não pode olhar os animais a partir dessas janelas, já que os animais não devem viver para o nosso entretenimento!

Fundamentalmente, em termos de grafite, bombardeamos o local com "abusadores de animais" e "tortura". Algumas portas de segurança e uma sorveteria foram pintadas também.

O curioso é que a mensagem de "escória" feita há alguns meses à esquerda em um de seus mapas ainda está lá.

Frente de Libertação Animal (ALF) – Suécia
agência de notícias anarquistas-ana

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Justificativas pela não transmissão 04/04/2011

Saudações Libertarias ouvintes da Rádio Cordel Libertario

Por motivos de militância urgente não pude estar presente na transmissão ao vivo do dia 04/04/2011, mas peço a compreenssão dxs companheirxs para continuar escutando o noticiário de segunda a sexta as 21:10.

Salve LIbertário
Mano

domingo, 3 de abril de 2011

[Grécia] "Como um anarquista revolucionário tinha a obrigação de dar uma surra no assassino de um companheiro"

Na quarta-feira (23 de março), o anarquista Damino Bolano foi citado pelo Ministério Público para depor sobre as bordoadas que ele deu na semana anterior a Epaminondas Korkoneas, o policial que em dezembro de 2008 matou em Atenas Aleksandros Grigoropoulos, e que está atualmente encarcerado na mesma prisão de Domokos.
A sessão foi realizada na prisão. Damiano se recusou a declarar e assinar qualquer coisa, tudo que ele disse foi: "Como um anarquista revolucionário tinha a obrigação de dar uma surra no assassino de um companheiro".
Ele foi condenado a uma ação disciplinar de "um ano sem jornadas", conta bastante grave na Grécia, considerando que para um dia de trabalho na prisão as autoridades tiram um dia da condenação.
Na sala também estava presente, protegido por três carcereiros, Korkoneas, a quem Damiano insultava incessantemente.
agência de notícias anarquistas-ana

Estudante morre durante protestos em universidades da Colômbia

[Um estudante morreu ontem (1º de abril) durante uma série de protestos organizados em várias universidades públicas colombianas depois do anúncio de que o governo vai permitir investimentos de empresas privadas nestas instituições.]
Infelizmente morreu o jovem Andrés Arteaga, estudante de veterinária da Universidade de Nariño, na cidade de Pasto, quando um artefato explosivo manipulado pelos manifestantes se ativou.
“Lamentamos profundamente esta perda e denunciamos as declarações do vice-presidente Angelino Garzón, quando afirma "Uma coisa é o protesto e outra a criminalidade. O capuz e a pedra não podem ser parte da expressão estudantil”. Estas afirmações demonstram o espírito duplo e falso do Estado colombiano, já que seus órgãos repressivos põem em grave risco a segurança do estudantado colombiano e contribuem com o aumento das ameaças ao corpo docente”, diz um comunicado da Cruz Negra Anarquista de Bogotá, Colômbia, sobre o fatídico fato.
Várias organizações estudantis e de educadores lançaram uma convocação para uma nova mobilização em Bogotá e outras cidades colombianas para 7 de abril.
agência de notícias anarquistas-ana